Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Educação

Tudo sobre a educação em Portugal

Tudo sobre a educação em Portugal

Educação

17
Abr13

Ministério promete mais horas sem aulas para direcções das escolas

adm

O Ministério da Educação e Ciência (MEC) manifestou-se nesta quarta-feira disponível para reforçar, no próximo ano letivo, o número de horas sem aulas dos professores com responsabilidades de direção nas escolas e anunciou alterações ao despacho do calendário escolar.

No final de uma reunião com a Federação Nacional de Professores (Fenprof), o secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, João Grancho, disse aos jornalistas que há, da parte do ministério, “acolhimento positivo de algumas propostas”, dos sindicatos. A reunião foi convocada pelo MEC com o objectivo de analisar as propostas de diplomas de organização do ano lectivo e do calendário escolar para 2013-2014 e de analisar “medidas de intervenção nas situações de docentes sem componente lectiva”. O ministério acabou por não apresentar as propostas de diplomas.  

O despacho de organização deste ano lectivo traduziu-se numa diminuição do chamado crédito horário dos professores em lugares de responsabilidades nas escolas, nomeadamente dos adjuntos dos directores. Segundo João Grancho, o diploma de organização do próximo ano contemplará, pelo contrário, um “reforço do crédito horário em algumas circunstâncias, centrado na lógica de que temos de responder às questões colocadas pelo insucesso e abandono escolar, e na prespectiva  de intervenção precoce”.

“Apresentámos as linhas orientadoras, porque aguardamos as propostas dos sindicatos. Há aqui alguma aproximação em relação ao que eram as preocupações dos sindicatos”, acrescentou.

O líder da Federação Nacional de Professores, Mário Nogueira, considerou que este reforço “pode não ser suficiente”, uma vez que a agregação de escolas leva a que sejam mais os estabelecimentos sob a responsabilidade de cada direção. Segundo Nogueira, o ministério comprometeu-se a enviar a proposta de despacho de organização do ano lectivo ainda hoje. Já João Dias da Silva, da Federação Nacional de Educação, que foi recebido de manhã, indicou que o documento lhes será enviado até ao final da próxima semana.

Quanto ao despacho do calendário escolar para 2013-2014, João Grancho disse que vai estabelecer, logo à entrada do ano, as datas para as provas finais e exames nacionais. As datas dos exames têm sido divulgadas a meio do ano lectivo.

fonte:http://www.publico.pt/s

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D