Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Educação

Tudo sobre a educação em Portugal

Tudo sobre a educação em Portugal

Educação

28
Out12

FENPROF alerta para cortes "insuportáveis" no ensino superior

adm

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores, Mário Nogueira, alertou este sábado para a possível rutura financeira em universidades e politécnicos do país devido aos cortes previstos para o setor no Orçamento de Estado de 2013.

O responsável da FENPROF falava à agência Lusa no final de uma reunião do seu Conselho de Departamento do Ensino Superior e Investigação, onde foi feito o ponto da situação por cerca de 30 docentes e investigadores de universidades e institutos politécnicos de todo o país.

No encontro, "alguns reitores alertaram que a situação já é muito complicada e há uma possibilidade real de rutura no funcionamento de algumas instituições", cujos cortes no orçamento vão atingir, segundo Mário Nogueira, entre os sete e os doze por cento nas universidades, "e até mais no caso dos politécnicos".

Nas contas do secretário-geral da FENPROF, o corte no setor do ensino superior vai atingir 57 milhões de euros em 2013, "sendo que, globalmente, desde 2005, há um acumulado de perda que ronda os 200 milhões de euros", avaliou.

Por outro lado, alertou que estas entidades "não podem subir mais as propinas para obter receitas porque já são elevadas e os alunos têm vindo a desistir do ensino superior".

Questionado sobre se existem números sobre essas desistências, Mário Nogueira estimou que os números que têm sido falados são da ordem dos 5.000 a 6.000 alunos.

Face a este balanço, de "momento dramático da vida do país e do ensino superior e da ciência em particular, com redução de orçamentos de funcionamento, redução de salários, e despedimentos", a FENPROF emitiu uma resolução em que defende "um sobressalto cívico em defesa" do setor.

"Todos os docentes e investigadores e toda a sociedade portuguesa devem unir-se em defesa do ensino superior e contra esta proposta de Orçamento de Estado do Governo", apelou o responsável, "independentemente da sua cor partidária".

A FENPROF adianta que vai participar na manifestação nacional marcada para 31 de outubro, às 15.30 no Marquês de Pombal, em Lisboa, iniciativa da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública.

fonte:http://www.jn.pt/P

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D