Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Educação

Tudo sobre a educação em Portugal

Tudo sobre a educação em Portugal

Educação

27
Mar12

Escolas passam a decidir quanto tempo tem cada aula

adm

Os tempos de 45 ou 90 minutos de cada disciplina deixam de ser obrigatórios. O exame nacional de 4º ano vai ter um peso de 30% na nota final do aluno.

O Governo atendeu a um dos pedidos dos professores e, a partir de Setembro, cada escola vai ter a liberdade de organizar os horários de cada disciplina em todo o ensino obrigatório. "Não há razão para que os tempos das disciplinas sejam fixados em 45 ou 90 minutos", disse ontem o ministro da Educação e Ciência durante a apresentação do documento final da revisão da estrutura curricular.

Assim, cada escola vai ter maior autonomia pedagógica e organizativa e passará a completar o seu currículo "em função das suas necessidades reais", explica Nuno Crato, sublinhando que a distribuição dos tempos de cada disciplina "deverá adaptar-se às características dos alunos e das escolas." No entanto, cada horário é obrigado a cumprir com um limite mínimo de minutos por disciplina e um máximo de tempos de carga curricular - que ainda está por definir - "para que seja assegurado um ensino de qualidade". A medida que ser introduzida "de forma gradual e as escolas tanto podem avançar já no próximo ano lectivo, como no ano seguinte, ou até podem decidir manter" a mesma organização de horário, explica o ministro.

Os professores dizem ver com bons olhos esta medida e concordam com Nuno Crato ao considerar que esta é "essencial para que as escolas tenham autonomia", reforça ao Diário Económico Adalmiro da Fonseca, presidente da Associação Nacional dos Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP). Isto porque, explica ainda Adalmiro da Fonseca "cada escola deve saber o que deve fazer para melhorar os resultados dos alunos que não devem estar presos a espartilhos de programas". No entanto, o dirigente escolar alerta que esta é uma medida que "vai trazer muitas dificuldades e um trabalho muito grande de organização para as escolas" e prevê que "a maioria das escolas devem manter os seus horários".

fonte:http://economico.sapo.pt/n

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D