Mais de 22 mil professores contratados dispensados da prova

A FNE estima que vão ser cerca de 15 mil os professores que vão a exame. A UGT desconvocou a greve.

O Governo anunciou hoje que os professores contratados com mais de 5 anos de serviço vão ser dispensados de realizar a prova de acesso à profissão. De acordo com a FNE cerca de 22 mil docentes estão assim dispensados de realizar esta prova, assim apenas 15 mil  vão a exame.

O anúncio da dispensa de prova de acesso à carreira docente dos professores com 5 ou mais anos de carreira, foi feito pelo próprio ministro da Educação em directo para as televisões, após uma reunião com a UGT. Nuno Crato garantiu que esta medida será para repetir nos anos 
seguintes. "Tivemos ainda em conta o recente pedido de ponderação do Provedor de Justiça, pedido que acentuou a possibilidade de isentar da prova os professores experientes", afirmou o ministro da Educação.

Perante a garantia da tutela em dispensar estes professores contratados da Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades, a UGT, liderada por Carlos Silva, comprometeu-se a desconvocar a greve à prova, marcada para 18 de Dezembro.

Para o secretário-geral da UGT, trata-se do "acordo possível" para dar "paz social" ao setor. Carlos Silva adiantou que os sindicatos do setor da Educação, afectos à central sindical, se comprometeram a desmobilizar das ações de protesto anteriormente convocadas, nomeadamente da greve à prova.

 

 fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 20:25 | comentar | favorito