Escolas ainda não sabem que cursos profissionais podem oferecer

Em pleno período de matrículas, as escolas ainda não sabem quais os cursos profissionais que podem propor aos alunos. 

Os directores também ainda não tiveram indicação de quantas turmas podem constituir para os cursos de educação e formação. 

Um atraso do ministério da educação que os directores não compreendem como diz Adalmiro da Fonseca, presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos de Escolas Públicas: “É incompreensível que neste momento a tutela ainda não tenha dito às escolas qual é a rede de cursos que cada escola vai ter. Os alunos do 9º ano estão-se a matricular condicionalmente sem saber os cursos que vão existir em cada escola. Até ao dia 26 os directores têm de ter tudo feito. Não sei como é que vai ser, não há tempo, é uma falta de respeito para com alunos, pais e directores”. 

São acusações partilhadas por Manuel Pereira, o presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares avisa a tutela que os directores não podem esperar muito mais tempo: “Acho que não podemos esperar mais tempo, porque além de termos de constituir as turmas com urgência, temos de fazer distribuição de serviço para depois saber, uma vez que Agosto está à porta, para saber de quantas pessoas é que as escolas vão precisar.” 

Enquanto a resposta do Ministério não surge, a escola vai agindo como se tudo fosse correr bem: “Estamos a aceitar e estamos a constituir turmas, independentemente de termos autorização ou não. Estamos a trabalhar como se tivéssemos autorização, mas se ela não vier teremos de restruturar quase tudo, incluindo estes alunos nos cursos normais”. 

O ano passado as escolas em finais de Junho já tinham as listas de cursos profissionais e de turmas que podiam abrir. Agora está-se em período de matrículas sem as escolas terem essa informação para dar a pais e alunos. 

Contactado pela Renascença, o Ministério da Educação diz que a rede de oferta dos cursos profissionais está a ser ultimada. 

Fonte do gabinete de Nuno Crato prevê a sua divulgação nos próximos dias. 

fonte:http://rr.sapo.pt/i

publicado por adm às 23:32 | comentar | favorito