Média do exame nacional de Português ficou nos 8,9 valores, abaixo da nota de 2012

A média dos exames nacionais de Português no ensino secundário baixou este ano para 8,9 valores, contra os 9,5 registados em 2012, e a taxa de reprovação aumentou dos 8%, em 2012, para os 10%, em 2013.

Os dados foram hoje divulgados pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), um dia depois da divulgação da maioria dos exames nacionais do ensino secundário (11.º e 12.º anos), realizados em primeira fase.

Para hoje ficou apenas reservada a afixação das notas de Português, de Português Língua Não Materna e de Latim A, provas marcadas para 17 de Junho, que, devido à greve de professores, não puderam ser realizadas por todos os alunos, o que obrigou o MEC a agendar uma segunda data, ainda em primeira fase, para 02 de Julho, de forma a permitir que os alunos afectados pudessem fazer o exame, sem prejuízo para o calendário escolar e para o prazo de candidaturas ao ensino superior.

As notas hoje divulgadas englobam as provas realizadas no dia inicialmente previsto - 17 de Junho - e as realizadas a 02 de Julho, sem qualquer distinção.

A prova de Português do 12.º ano, realizada por mais de 70 mil alunos do secundário, obteve, globalmente, uma média negativa de 8,9 valores, mas se forem consideradas apenas as notas dos alunos internos -- alunos matriculados, que completaram o ano lectivo e foram a exame com nota de final de ano positiva -- a média das classificações sobe praticamente um valor, para os 9,8, mantendo-se, ainda assim, negativa.

"Esta variação não tem qualquer relevância estatística e inscreve-se no quadro de uma normal oscilação interanual de resultados, num contexto de aplicação de provas públicas", considerou o MEC, em comunicado

Considera-se uma classificação positiva uma nota igual ou superior a 10 valores, sendo as notas atribuídas segundo uma escala que varia entre 0 e 20.

A média de Latim A baixou também em relação ao ano anterior, dos 10,8 valores para os 9,5. Ainda assim, a taxa de reprovação caiu, em relação a 2012, dos 9% para os 6%.

De acordo com os dados divulgados na quarta-feira, as médias dos exames nacionais do ensino secundário a Matemática A, Biologia e Geologia e Física e Química A, na primeira fase, foram negativas, com notas médias entre 7,8, a Física e Química, e 8,2, a Matemática A.

Nestas três disciplinas, apenas a de Física e Química A registou uma ligeira melhoria na nota média, em comparação com o ano de 2012, subindo dos 7,5 para os 7,8 em 2013.

Matemática A baixou a média de 8,7 para 8,2 e Biologia e Geologia desceu a classificação média em mais de um valor, de 9,3 para 8,1.

Estas três disciplinas - Física e Química A, Matemática A e Física e Química A -, fundamentais para quem quiser prosseguir estudos superiores nas áreas científicas, como as engenharias ou Medicina, foram também as que registaram, nos exames, as maiores taxas de reprovação: 24% em Física e Química A, 20% em Matemática A e 16% em Biologia e Geologia.

fonte:Lusa/SOL

publicado por adm às 23:03 | comentar | favorito